terça-feira, 19 de outubro de 2010

"Cinta Larga" - Breve História

O nome “Cinta Larga” foi designado pelo fato de os indígenas utilizarem uma faixa da entrecasca de tauariPanderej, que significa “nós somos gente ou pessoas humanas” na altura da cintura. Os Cinta Larga se autodenominam Panderej, que significa “nós somos gente ou pessoas humanas”.


Nos anos 50 ocorreram os primeiros contatos com os não-índios, e foram marcados pela violência, através da frente extrativista, que penetrou em seu território em busca de riquezas e seringais.
Os Cinta Larga vivem no noroeste do estado do Mato Grosso, Rondônia, nas Terras Indígenas Roosevelt e Serra Morena, Parque Aripuanã e Juína, sendo todas demarcadas.

Falam a língua pertencente ao tronco Tupi, da família linguística Mondé. De acordo com dados das Coordenações Regionais de Cacoal e Juína, são aproximadamente 1700 indígenas distribuídos nas Terras Indígenas Roosevelt, Serra Morena, Aripuanã e Parque do Aripuanã, nos estados de Rondônia e Mato Grosso.

Com a demarcação de suas terras pela Funai e sua posterior homologação pelo Presidente da República, os Cintas Largas puderam viver um tempo de paz, porém vêm enfrentado constantes invasões em suas terras por garimpeiros de diamantes e madeireiros em busca de suas riquezas naturais.

3 comentários:

  1. Super interessante esse tema e esse blog!!!
    Adorei!!!!!11

    ResponderExcluir
  2. qu massa ..................

    ResponderExcluir