terça-feira, 25 de outubro de 2011

UFGD forma indígenas em Licenciatura Intercultural Teko Arandu


Ao todo 39 indígenas da etnia Guarani Kaiowá do Mato Grosso do Sul, se formaram no curso de Licenciatura Intercultural Teko Arandu, pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). O curso de Licenciatura Indígena tem habilitações em Linguagens, Matemática, Ciências Sociais e Ciências da Natureza.

O Teku Arandu iniciou em 2006, através da iniciativa da comissão interinstitucional, na qual a Fundação Nacional do Índio (Funai) faz parte. As Coordenações regionais da Funai de Dourados e Ponta Porã, têm acompanhado de perto este processo de formação, e tem apoiado o Movimento dos Professores Guarani e Kaiowá que teve atuação protagonista nesta iniciativa.

Maria Aparecida, coordenadora regional da Funai em Dourados e também professora do curso de licenciatura indígena desde sua implantação, fala da importância da formação indígena. "Entendemos que os cursos de licenciatura indígena oferecidos nas diversas regiões do país, são de fundamental importância para atender a demanda de formação de professores indígenas. O curso Teko Arandu, que significa Viver com Sabedoria, que atende aos Guarani e Kaiowá, traz para o seio das instituições de ensino superior desta região, um novo olhar sobre a educação escolar indígena, possibilitando o diálogo intercultural nas diferentes tradições culturais”, declarou Aparecida.

A solenidade de colação de grau foi realizada no último sábado (22), no auditório da Unidade II da UFGD. Os 39 formandos de várias aldeias da região da Grande Dourados se tornaram aptos para atuarem como professores nas escolas indígenas do país.

Um comentário:

  1. Eraldo de Vasconcelos Leite27 de outubro de 2011 15:29

    Aproveitando o espaço no blog, quero informar aos colegas que saiu o edital para contratação de um técnico especializado afim de trabalhar no Projeto GATTI , que será instalado na CTL- Recife, agora, além do " PROJETO GATTI" Governo do Estado, Ministério de Desensovolvimento Agário em Pernambuco, junto com o Coordenador Técnico Recife, Paulo Fernando da Silva, costuram futuras parcerias em prool dos indigenas servidores Recife estão animados e prometem resgatar as parcerias com os Governos Municipais, Estadual e Federal. Eraldo Leite CTL- Recife

    ResponderExcluir